sábado, 6 de maio de 2017

Hinos Evangélicos poucos conhecidos

Hinos Evangélicos poucos conhecidos


O hino cristão "Há Um Dever", foi escrito em 1876, por Daniel Crane Roberts (letra original em inglês), e ele mesmo nos conta como o escreveu:


"Esse hino foi escrito em 1876, como parte da celebração do centenário de 04 de julho [Declaração da Independência dos EUA], e foi cantado em Brandon, Vermont, ao som da melodia "Russian Hymn". Quando nossa Convenção Geral nomeou uma comissão para revisar o Hinário, eu enviei esse hino, sem meu nome, prometendo enviar o nome caso o hino fosse aceito. Ele foi aceito e impresso anonimamente no relatório da Comissão. Antes de o Hinário ser distribuído ao público, o Dr. Tucker, editor do  Hinário, e o Sr. George William Warren, organista da Igreja de St. Thomas, Nova York, foram nomeados para escolher um hino para o centenário de comemoração da Constituição Norte-Americana. Eles selecionaram "Há Um Dever", até então anônimo, e necessitando de uma música, o Sr. Warren compôs uma melodia nova para ele, a qual foi publicada no novo hinário, e que até hoje é cantada em algumas igrejas protestantes e pentecostais."


Curiosidade:  No Brasil, esse canção não foi traduzida, mas sim, feita uma nova letra pelo Prof. Dario Pires Araújo, sendo, portanto, uma letra original do Hinário Adventista do Sétimo Dia. 
Assista o vídeo do hino aqui:
Esse conhecidíssimo hino no meio adventista foi criado em 1992, e é o pastor Urias Pires Chagas, o criador da letra do hino, que nos conta como ele surgiu.

Em 1992, ele foi chamado como pastor do campus do IASP, no entanto, havia um problema com os jovens de lá: eles não estudavam a lição. O pastor pensou, então, em como fazer os jovens se interessarem pela lição. E um dia, depois de orar a Deus, ao passar por um ponto de ônibus lhe ocorreu uma ideia. 


Ele lembrou-se dos tempos em que morou nos Estados Unidos, e que lá havia uma lição específica para os universitários. Ele pensou: “Por quê não traduzir aquela lição”? Ao chegar em casa, e falar com a esposa, na mesma noite começaram a tradução. Ao concluírem a primeira lição, o pastor Urias foi falar com o maestro Lineu Soares, para que ele compusesse uma música para cada lição.


Faltando apenas algumas semanas para o projeto ser enviado para a gráfica, Lineu não havia conseguido compôr nada. E num sábado pela manhã, no culto, o pastor Urias Chagas foi falar com o Lineu sobre a música. O Lineu respondeu: “Me dá um roteiro, uma direção”. Durante aquela pregação pela manhã, o pastor Urias escreveu a letra do hino “Canção da Vida”. Na saída do culto, ele entregou a letra à Lineu, que a examinou e disse: “Nossa, que coisa bonita! Depois eu passo na sua casa”.


As horas passaram, e mais ou menos às 23:30 da noite daquele sábado, Lineu foi até a casa do Urias. Juntos, foram ao Conservatório do colégio, e lá tocou ao piano pela primeira vez a música: “Canção da Vida”. Ao tocar a música, o pastor Urias deu um abraço em Lineu, e percebeu que Deus o havia inspirado a compor a melodia daquele hino.


NOTA: A história desse hino foi contada pelo próprio pastor Urias Chagas, no programa Perfil Musical, da TV Novo Tempo.
Assista o vídeo do hino aqui:

Historia Hino de Jesus

O famoso hinista Ira David Sankey conta em seu livro, como esse hino foi criado, sob a perspectiva de John Thomas Grape (1835-1915), o criador da melodia: 

“Nossa igreja estava passando por reparos, e o órgão foi colocado sob os meus cuidados. Assim, me proporcionaram um prazer como nunca tivera. Eu me deliciava em tocar alguns dos nossos hinos da Escola Dominical. Decidi, pois, criar um formato tangível a um tema que tinha estado em minha mente por algum tempo, e escrever, se possível, uma resposta à bela obra de Bradbury: ‘Jesus pagou tudo’.

“Tornei isto uma questão de oração e estudo, e presenteei o público com a música agora conhecida como: ‘De Jesus a Doce Voz (H.A 541)’. Ela foi considerada muito pobre pelo meu coro e meus amigos, mas minha querida esposa persistentemente declarou que era uma boa música, e que duraria. O tempo provou a justiça do seu julgamento.”

“Logo depois, o Rev. George W. Schreck me chamou para selecionar algo de novo, que eu pudesse oferecer. Ao ouvir esta canção, ele expressou sua satisfação e afirmou que a Sra. Elvina M. Hall(1820-1889) havia escrito algumas palavras que iria se adequar à melodia. Eu dei-lhe uma cópia da mesma, que logo foi cantada em várias Igrejas aqui em Baltimore (Maryland), e foi muito bem recebida”.

“Por sugestão de amigos, enviei uma cópia para o prof. Theodore Perkins, que a publicou no‘Sabbath Chords’. Sob a providência divina, ela vem sobrevivendo, desde então. Espero que ela não deixe de realizar algo agradável para meus irmãos queridos, e para a glória de Deus.” 

Curiosidade: A letra do hino foi criado pela Sra. Elvina M. Hall, no ano de 1865.



Assista o vídeo do hino aqui:


0 comentários:

Postar um comentário